terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Passar ano a correr

A febre de acumular kms não chegou a esse ponto e não foi preciso fazer a passagem de ano com um copo de champanhe numa mão e um par de ténis suados na outra. Mas, tal como tenho feito nos últimos 2/3 anos, parte da manhã de 31 de Dezembro fica reservada para corrida ligeira em companhia especial, em jeito de despedida de 2010 a bom passo. Nada de muito exigente, tal como é suposto, fazendo as coisas pelo simples prazer de as fazer.

Depois das devidas festividades, nada melhor que uma manhã de dia 2 com capacete de mineiro na cabeça e ténis nos pés, para vencer a neblina forte com 10kms suaves na Expo, junto ao rio. Um amigo para pôr a conversa em dia mas, a novidade não somos nós a correr, são os outros.

Apesar do tempo pouco convidativo e pouca margem de manobra num fim de semana dado à folia, não faltam corredores de ambos os sexos, de todas as idades e de todo o género e andamento. Parece que muita gente guardou uma passa para mais exercício e, quem sabe, mais umas corridas nos pés, seja com que objectivo for.

Da minha parte parece-me bem, mesmo sem passas no bucho, também eu antevejo, se tudo correr literalmente bem, um 2011 com muita corrida e uma maratona no horizonte (epelo que leio, não sou o único nessa disposição, o que é bom, porque depois da intenção já só nos faltam 42kms e uns pós para a concretizar).

2011 já entrou a bom passo, espera-se que traga boas corridas para dar ritmo à coisa.

Sem comentários:

Enviar um comentário