terça-feira, 17 de agosto de 2010

Ponto de situação.

Doem as pernas, a barriga das pernas, as coxas, os joelhos, as articulações, os abdominais, a ferida no calcanhar. Custa-me a subir para o autocarro (mas só porque não tenho os músculos aquecidos), tenho de ter mais cuidado na forma como me sento (devagar, devagarinho). A K. diz que pareço um velho, toda a gente me pergunta com ar condoído se estou bem, que raios me aconteceu.

Que acho eu disto tudo? Bem, eu não acho grande coisa. A não ser que não vejo a hora de voltar a calçar as sapatilhas.

Sem comentários:

Enviar um comentário